Embolização por hemorragia

Qual é o procedimento de embolização por hemorragia?

A embolização é um tratamento minimamente invasivo que utiliza materiais para bloquear o vaso afectado e assim parar a hemorragia. Existem várias causas possíveis de hemorragia suficientemente graves para requerer este tratamento, incluindo traumas, distúrbios de coagulação do sangue, infecções, defeitos anatómicos e tumores.

Como funciona o procedimento?

O procedimento visa parar o fluxo de sangue para a fonte da hemorragia ao mesmo tempo que preserva o fluxo de sangue para a área circundante.

O radiologista intervencionista irá normalmente inserir um tubo de 2-3 mm na virilha e irá guiá-lo para o vaso sanguíneo afectado. Em seguida, introduzirão pequenas partículas de resina (micropartículas), cola ou pequenas espirais metálicas (bobinas) no vaso ou vasos de hemorragia. Isto faz com que o vaso ou vasos fiquem bloqueados e, assim, pára a hemorragia.

Porquê realizá-la?

A principal razão para tratar a hemorragia é que se se perder demasiado sangue, o paciente pode entrar em choque com risco de vida.

Quais são os riscos?

Os riscos menores incluem hematomas na virilha. Riscos mais significativos incluem a possibilidade de micropartículas, cola ou bobinas se deslocarem para outras áreas do corpo e bloquearem outros ramos das artérias.

Bibliografia

1. Naseer S, Idrees S, Joels CS, Stanley JD. Tratamento minimamente invasivo de uma complicação hemorrágica potencialmente fatal de remoção de drenos. Am Surg. 2013 Abr; 79(4):E141-2.

2. Morishita H, Yamagami T, Matsumoto T, Asai S, Masui K, Sato H, Majima A, Sato O. Embolização arterial transcateter com N-butil cianoacrilato para hemorragias gastroduodenais agudas com risco de vida não controladas por hemostasia endoscópica. J Vasc Interv Radiol. 2013 Mar;